Viçosa registra inflação acumulada de 11,50% no ano de 2015

Número ficou acima do teto da meta da inflação de 6,5% estipulada pelo Banco Central para a economia brasileira


A inflação em Viçosa no mês de dezembro foi de 0,84%, inferior a de novembro (1,59%), como calculado pelo Departamento de Economia da UFV e divulgado pelo Índice de Preços ao Consumidor de Viçosa (IPC Viçosa). Com isso, o acumulado no ano ficou em 11,50%, superior ao teto da meta da inflação (6,5%) estipulada pelo Banco Central para a economia brasileira. A inflação no município foi a maior dos últimos seis anos.

Todos os sete grupos que compõem o IPC Viçosa sofreram aumentos de preços: Alimentação (12,20%), Vestuário (9,70%), Habitação (12,99%), Artigos de Residência (20,92%), Transporte e Comunicação (11,45%), Saúde e Cuidados Pessoais (6,85%) e Educação e Despesas Pessoais (8,72%). O custo da cesta básica de alimentação também aumentou (2,92%), devido, principalmente, aos preços do café em pó (20,38%) e do pão francês (7,96%). De acordo com o IPC Viçosa, em dezembro, a cesta básica custou R$288,51 – R$8,18 a mais do que em novembro.

Sobre o IPC Viçosa

O Departamento de Economia da UFV acompanha a evolução dos preços dos bens e serviços pagos pelos consumidores viçosenses desde 1985. A pesquisa tem como público-alvo uma família de quatro pessoas, com renda entre um e seis salários mínimos.

Atualmente, a pesquisa conta com o apoio da Fundação Arthur Bernardes (Funarbe) e da Empresa Júnior de Economia (Ejesc Jr).

Fonte: CCS/UFV

Um comentário sobre “Viçosa registra inflação acumulada de 11,50% no ano de 2015

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *