Crise hídrica ainda não justifica paralisação das aulas na UFV, diz Reitora

Plano de contingência da Prefeitura cita possibilidade de suspensão das aulas.


VIÇOSA (MG) – Nesta semana o prefeito de Viçosa, Ângelo Chequer, assinou um decreto que eleva à situação de alerta para estado de emergência e determina restrições para o uso da água no município. Entre as ações previstas pela Prefeitura está a criação de uma comissão que terá como objetivo definir medidas de emergência para economia de água.

O texto divulgado pela Prefeitura cita a possibilidade de suspensão das aulas nas instituições de ensino de Viçosa. A reitora Nilda de Fátima Ferreira Soares comentou as dificuldades que a suspensão de aulas traria para a cidade e para a UFV. Nilda fala sobre o assunto em um vídeo divulgado pela instituição, veja abaixo:

[youtube https://www.youtube.com/watch?v=C2iUyYocLVc]

Um comentário sobre “Crise hídrica ainda não justifica paralisação das aulas na UFV, diz Reitora

  1. UMA SUGESTÃO:

    – poderiam concertar ou trocar por novos, TODOS os mictórios nos banheiros masculinos que estão com defeito ou VIVEM ENTUPIDOS, tenho certeza que já seria uma redução nos gastos de água em todos os prédios. Sairia até mais barato financeiramente tomado em grande intervalo de tempo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *