Mais de 600 colam grau na primeira formatura de 2015 da UFV

No dia 30 de janeiro, colarão grau os estudantes dos centros de Ciências Agrárias (CCA) e de Exatas e Tecnológicas (CCE).


Sabrina Areias, da CCS/UFV

VIÇOSA (MG) – Mais de 600 formandos compartilharam a alegria de concluir a graduação na UFV, nesta sexta-feira (23). A solenidade, realizada no Espaço Multiuso, do campus Viçosa, foi presidida pela reitora Nilda de Fátima Ferreira Soares e reuniu graduandos de cursos dos centros de ciências Biológicas e da Saúde (CCB) e de Humanas, Letras e Artes (CCH), seus familiares, amigos e autoridades da Universidade e de Viçosa, como o prefeito Ângelo Chequer.

A primeira formatura de 2015 da turma “Formandos de Janeiro, o retorno”, representada pela frase “De Viçosa não me esqueço jamais, tô formando em Janeiro na melhor das federais”, teve o seu juramento conduzido pela graduanda em Enfermagem Natália Duarte Stoduto. O formando em Educação Física Victor Lana Gonçalves foi o orador da turma. Ele recordou os momentos vivenciados pelos estudantes na graduação e destacou que a formação oferecida pela UFV “vai muito além das salas de aula e dos livros”, já que a Universidade capacita “de forma integral, com a oportunidade das empresas juniores, dos esportes com a Associação Atlética Acadêmica (Luve), dos grupos de oração, dos núcleos de pesquisa e extensão, com o coral” e outros diversos momentos que os tornam “mais fortes e preparados para encarar tudo que os espera além das quatro pilastras”.

Foto: Artur Vieira/VN

A emoção de ser paraninfo pela primeira vez foi evidenciada no discurso do juiz federal Ubirajara Teixeira. Ele afirmou que os graduandos são privilegiados por conquistarem o diploma em uma das mais bem avaliadas universidades públicas do país, e apresentou os dados do Ministério da Educação, a partir do Exame Nacional de Desempenho de Estudantes (Enade 2013), que apontam a UFV entre as 25 melhores do Brasil. Também citou o ranking da Fundação Getúlio Vargas que indica os cursos de Direito que mais aprovaram bacharéis nos últimos três exames nacionais da Ordem dos Advogados do Brasil e posiciona a UFV como a melhor do país. Diante da formação de excelência que receberam, o paraninfo convocou os formandos a serem gratos à sociedade brasileira, que lhes propiciou o ensino gratuito e de qualidade, e busquem reduzir as injustiças do país, já que “vivemos em um ambiente de profunda desigualdade social e somos responsáveis não só pelo que fazemos, mas também pelo que deixamos de fazer”.

A reitora parabenizou e agradeceu aos pais e familiares por terem deixado os seus filhos na UFV em uma fase importante de suas vidas. Para ela, a escolha não foi por acaso, “confiaram na qualidade do trabalho realizado pela UFV, instituição reconhecidamente competente na formação de cidadãos e empreendedora na preparação de profissionais”. Nilda Soares destacou que os formandos devem prezar pela educação privilegiada que tiveram em um país onde apenas 15% dos jovens de 18 a 24 anos têm acesso a universidade pública. Ela ainda deixou a seguinte mensagem: “sejam sempre éticos e justos, e façam a diferença na sociedade brasileira”.

Formandos

A Colação de Grau teve a participação da primeira formatura da turma de Licenciatura em História a Distância. Os 32 formandos do curso vieram de Bicas, Ipanema, Jaboticatubas, Lagoa Santa, de cidades próximas a esses polos e da zona rural de Minas Gerais. Dentre eles estava Joelma Gonçalves Teixeiras, do polo de Jaboticatubas. Ela foi aconselhada a se inscrever no curso por uma amiga, que hoje é coordenadora da unidade na cidade. Joelma agradeceu à Universidade pela oportunidade e afirmou que, com essa experiência, foi capaz de “crescer pessoal e profissionalmente”. A formanda, que já atua na área, disse também que o nome da UFV possibilitou a preferência das escolas pelo seu trabalho e que, com o diploma, está “realmente pronta para enfrentar uma sala de aula”. Para Marcelo Gonçalves Pinto, também do polo de Jaboticatubas, “é um prazer imenso estar formando em uma das universidades mais conceituadas do país”.

Enquanto em alguns formandos a saudade da UFV já começa a ser sentida, outros se preparam para pelo menos mais dois anos dentro da instituição. É o caso de Mateus Cerqueira Moraes, do curso de Ciências Econômicas, que já foi aprovado no mestrado em Administração Pública. Para ele, o momento da formatura desperta a realidade do que será sua vida profissional. “Hoje, caiu a ficha do que é ser aquilo que eu estudei tanto tempo para me tornar”, afirmou. Quem também já conseguiu uma vaga no mestrado da UFV é a formanda em Nutrição, Alinne Paula de Almeida. Ela disse que pretende comemorar todos os anos da graduação nesses dias de festa: “é uma felicidade que não cabe dentro da gente”.

Trajetórias de sucesso

Os estudantes que mais se destacaram durante a graduação em seus cursos receberam a Medalha Presidente Bernardes. Na modalidade prata, 13 formandos do CCH e cinco do CCB foram homenageados. Já as graduandas Aline Rosane Costa, do curso de Pedagogia, e Priscila Vaz de Melo Ribeiro, do curso de Nutrição, conquistaram as medalhas de ouro pelo CCH e CCB, respectivamente.

Os pais de todos os alunos foram representados por Valber Vilas Boas Tavares e Eliane Drumond Vilas Boas Tavares. Eles receberam a placa de homenagem de seu filho Philippe Drumond Vilas Boas, formando em Pedagogia. Eliane disse que se sente lisonjeada e emocionada de saber que a história de sua família proporcionou a escolha dos graduandos pela homenagem. A mãe de Philippe veio com a família de Bom Sucesso (MG) há seis anos e, mesmo com problemas de saúde, decidiu ingressar em Economia Doméstica na UFV, curso em que se graduou na última formatura da Universidade, em agosto de 2014. Seu exemplo incentivou o filho que se formou agora e que já foi aprovado no mestrado em Educação na UFV. As irmãs de Philippe também estudam na UFV nos cursos de Enfermagem e Economia Doméstica e seu pai, Valber Tavares, disse que planeja ainda ter o privilégio de se formar na mesma universidade. A justificativa do carinho da família pela instituição é resumida por Elaine: “a gente sai da UFV, mas ela não sai da gente”.

A assistência estudantil é uma das marcas da UFV e o trabalho da Universidade nessa área foi reconhecido pelos formandos que escolheram como homenageada geral a professora do Departamento de Economia Rural Viviani Silva Lírio, assessora especial da Pró-reitoria de Assuntos Comunitários (PCD). Ela trabalha diretamente na assistência estudantil e contou que tem a consciência de que o lugar onde está permitiu a escolha dos formandos. Segunda ela, “é uma honra imensa ser escolhida”. E comentou: “outros milhares de servidores da UFV poderiam receber essa mesma homenagem, mas trabalham de forma tão discreta, que podem eventualmente não serem vistos em sua grandeza”. A assessora especial afirmou também que a homenagem traz “mais responsabilidade para fazer um trabalho cada vez melhor com o objetivo de garantir que todos os estudantes tenham permanência qualificada na UFV.”

Nas fotografias, registros da cerimônia. A programação de formatura continuará neste sábado (24), com o Culto em Ação de Graças, às 10h, na Igreja Presbiteriana, e com o Baile de Gala, às 23h, no Espaço Multiuso. No dia 30 de janeiro, colarão grau os estudantes dos centros de Ciências Agrárias (CCA) e de Exatas e Tecnológicas (CCE).

Um comentário sobre “Mais de 600 colam grau na primeira formatura de 2015 da UFV

  1. Gostaria de agradecer a todos os formandos do CCH e CCB de 2015 pela homenagem e principalmente ao meu filho Philippe Drumond Vilas Boas Tavares, por todo carinho a nós dispensado e que o sucesso e a dignidade sejam companheiros por toda a suas vidas!Faço das palavras da reitora as minhas:“sejam sempre éticos e justos, e façam a diferença na sociedade brasileira”. Foi uma emoção única que jamais me esquecerei!!!!!!!!!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *