MEC anuncia liberação de recursos para reforma do aeroporto de Viçosa

Aeródromo de Viçosa é administrado pela Universidade Federal de Viçosa.


VIÇOSA (MG) – O Aeródromo de Viçosa irá passar por reformas estruturais. O anúncio da liberação de R$ 600 mil para as adequações foi feito pelo secretário executivo do Ministério da Educação e ex-reitor da UFV, Luiz Cláudio Costa, para o orçamento da UFV em 2015. O objetivo é garantir melhorias para a operação de pequenas aeronaves no espaço ligado à Universidade, contribuindo para o desenvolvimento da cidade e região.

O recurso será aplicado no início de obras de adequação da infraestrutura do aeródromo, como balizamento, iluminação, abastecimento de aeronaves, dentre outros. Elas serão realizadas a partir de uma parceria com a Fundação Arthur Bernardes (Funarbe). De acordo com o secretário do MEC, “o aeroporto na época atual é como o asfalto na década de 70, ou seja, cada vez mais ficará difícil organizar eventos e contar com a presença de pesquisadores e autoridades do Brasil e do exterior se não tivermos um aeroporto com condições mínimas de atendimento”.

Foram garantidos também para o orçamento de 2015 da UFV R$ 5 milhões para o projeto do Centro Tecnológico de Biossegurança e Quarentena Vegetal (CTBQV), um ambiente de inovação, especializado no oferecimento de serviços, pesquisas e desenvolvimento de tecnologias em sanidade vegetal, tendo a proteção do agronegócio e da biodiversidade brasileira como objetivos principais de sua atuação. Vale lembrar que, juntamente com o Ministério da Saúde, o MEC liberou R$ 2 milhões para a construção da Unidade de Atendimento no antigo colégio de Viçosa, com o intuito de beneficiar os viçosenses e os cursos da área de saúde da UFV.

O secretário do MEC anunciou ainda que irá liberar, neste ano, R$ 400 mil para aquisição de equipamentos na área acadêmica do campus Rio Paranaíba e R$ 600 mil para a assistência estudantil da UFV.

2 comentários sobre “MEC anuncia liberação de recursos para reforma do aeroporto de Viçosa

  1. Na UFV quase não há cargos comissionados. É uma pena os vereadores de Viçosa, com poucas exceções, não defenderem a cidade como fazem a maioria dos gestores da UFV contra cargos comissionados. Eu apoio esta campanha que está iniciando contra os cargos comissionados. Cargos comissionados para todos que querem ou para quase ninguém.

  2. Sou terminantemente contra cargos comissionados. Acabam virando meio de colocar gente sem concurso, pendurada, no serviço público. Que estudem e conquistem um cargo efetivo. A propósito, a matéria não tem qualquer relação com políticas de recursos humanos… eu heim!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *