Viçosa recebe mais três médicos cubanos pelo programa ‘Mais Médicos’

Eles vão atuar nos bairros Bom Jesus, Santa Clara e no distrito de Cachoeirinha.


VIÇOSA (MG) -A atenção primária à saúde em Viçosa está ganhando reforço com a chegada de novos profissionais pelo programa ‘Mais Médicos’, do Governo Federal. Neste mês de abril, Viçosa recebeu três novos médicos, totalizando seis médicos estrangeiros, contando com os outros três que já estavam atuando na cidade.

A atuação dos médicos estrangeiros na saúde de Viçosa não é novidade. Em dezembro de 2013 a cidade já havia recebido um médico cubano pelo ‘Mais Médicos’, que desde então está atendendo a pacientes Bom Jesus no PSF do bairro. Em março deste ano, Viçosa havia recebido outros dois profissionais pelo programa, também vindos de Cuba. Desde então, eles estão atuando nos PSF’s dos bairros Amoras e João Brás.

Os três novos médicos que chegaram neste mês ainda não começaram a trabalhar. Eles aguardam a liberação do registro junto ao Conselho Regional de Medicina (CRM), que em média demora de 10 a 15 dias para sair. Eles aproveitam esse período para se adaptar à cidade, é o que explica a Secretária de Saúde de Viçosa, Ildamara Gandra de Menezes, em entrevista ao Viçosa News: “É o tempo que eles tem para conhecer os PSF’s onde vão atuar, conhecer os colegas e também a cidade”.

A Secretaria de Saúde já definiu que os três novos médicos vão trabalhar nas unidades de saúde da família Bom Jesus II, Santa Clara II e Cachoeirinha.

3 comentários sobre “Viçosa recebe mais três médicos cubanos pelo programa ‘Mais Médicos’

  1. Pessoas fantásticas que devem ser recebidas com muito respeito. Tive o prazer de conhecer alguns em Angola e só tenho elogios. Sejam bem vindos… Viçosa precisa muito de vcs…

  2. Acho interessante que trazem MÉDICOS CUBANOS para postos onde há falta mas ao mesmo tempo tiram MÉDICOS BRASILEIROS dos locais onde estão atuando; antes perguntávamos: que País é este? Hoje temos que perguntar: que Cidade é esta? Contratam MÉDICOS DA CIDADE (com residência médica) E NEM VÃO VERIFICAR O QUE DIZ O POVO QUE ESTÁ SENDO ATENDIDO NO LOCAL.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *