Está em fase de conclusão a implantação de interceptores de esgoto às margens dos córregos de Viçosa

Interceptores levarão o esgoto da cidade para ser tratado na estação de tratamento que será construída na Barrinha.

A ETE da Barrinha já está em fase de licitação.


VIÇOSA (MG) – O Serviço Autônomo de Água e Esgoto de Viçosa, SAAE, recentemente implantou trechos de interceptor de esgoto pelo método não destrutivo entre a Travessa Purdue, margem do córrego Conceição, até à rodoviária.  Já, desde o dia 18 de fevereiro o SAAE continua a implantação de novos interceptores de esgoto, agora pelo método convencional.

Esta fase da obra também complementa os trechos realizados pelo método não destrutivo no centro de Viçosa: “fizemos um planejamento, nas partes centrais que tinham que passar pelo subsolo (ruas, praças, construções, postos de gasolinas) onde foi utilizado o método não destrutivo, visando segurança e rapidez com o menor transtorno possível para a população”. Explicou o diretor presidente do SAAE, Sânzio Borges.

asas
Equipe trabalha no bairro Cidade Nova construindo a rede que ligará o interceptor principal à ETE da Barrinha. (Foto: Divulgação/SAAE)

A empresa EMTEL Empreendimentos Tecnologia e Engenharia Ltda., está com duas frentes de trabalho, uma equipe concluindo os interceptores do Córrego da Conceição interligando aos trechos realizados pelo método não destrutivo e outra equipe trabalhando no bairro Cidade Nova construindo a rede que ligará o interceptor principal, interceptor do Ribeirão São Bartolomeu, à estação de tratamento de esgoto no bairro Barrinha, ETE/BARRINHA, esta em fase de licitação”, informou o engenheiro civil do SAAE, José Luiz, responsável pelo acompanhamento desta obra.

O Diretor Técnico do SAAE, Edson Bhering, disse que serão construídos 1.133.70  metros, pelo método convencional, de rede interceptora de esgoto sanitário em PVC, PRFV e ferro fundido, com diâmetros de 400, 700 e 800 milímetros, até a ETE Barrinha e em alguns trechos, já pré-determinados no projeto, serão construídas contenções de margens do ribeirão para a proteção dos tubos. “Estamos acompanhando as obras diariamente e o objetivo é concluir a obra dentro do prazo do contrato, ou seja, 180 dias úteis”, completou Edson Bhering.

Esta obra está sendo realizada pela empresa EMTEL Empreendimentos Tecnologia e Engenharia Ltda. de Nova Lima – MG, ganhadora da licitação no valor de  R$ 1.002.886,41. A interligação destas redes de interceptores de esgoto à ETE/BARRINHA, ainda em fase de licitação, é uma das principais obras de saneamento de Viçosa, pois colocará o município entre os poucos do Brasil que darão um tratamento adequado ao esgoto, lançando de volta aos corpos d’água menos poluentes, contribuindo com o Meio Ambiente.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *