Moradora denuncia lentidão em reforma da creche do Rebenta

Prefeitura fecha creche para reforma mas abandona obra, denuncia moradora.


A moradora do bairro Carlos Dias (Rebenta), Lindalva Maria Gonçalves fez uso da tribuna da Casa, na reunião ordinária da terça-feira (18), para pedir esclarecimentos sobre a reforma da creche do bairro.

Lindalva se mostrou indignada com a falta de responsabilidade por parte da Prefeitura (Divulgação/Assessoria/CMV)
Lindalva se mostrou indignada com a falta de responsabilidade por parte da Prefeitura (Divulgação/Assessoria/CMV)

“Há um ano e dois meses, iniciamos uma luta com a Secretaria de Educação, solicitando que fosse feita uma simples reforma em nossa creche. O que aconteceu? Fecharam a creche”, desabafou Lindalva.

Segundo a moradora, o fechamento da creche prejudicou as crianças e também as mães que moram no Carlos Dias. “Para conseguirmos uma reforma, as pessoas pedem que a população do bairro se mobilize, mas bastou um cidadão dizer que o terreno é dele e paralisaram a obra.”

Ela ainda pontuou que não foi pedida a construção de uma nova creche, “pedimos apenas uma simples reforma do que temos no bairro, já temos poucas coisas e agora o que fizeram foi um estrago na creche. O local se encontra sem portas, com vidros quebrados e sem fechaduras no portão”.

E finalizou: “Peço aos Vereadores que exijam do Secretário de Obras e da Secretária de Educação que se não fizerem a reforma, que possam devolver nossa creche pelo menos da forma como estava, nossas crianças estão sem lugar para ficar. A creche tem feito muita falta”.

O Presidente da Casa, Luis Eduardo Salgado solicitou que a Comissão de Educação da Câmara agende uma reunião com a Lindalva e as autoridades competentes, “se preciso faça o contato com a Defensoria Pública, para que ao menos a creche seja devolvida da forma como estava”, disse.

O Vereador Sávio José (PT) ressaltou que essa é uma situação inadmissível. “Estivemos na creche no Carlos Dias, juntamente com a Secretária acreditando que a reforma seria feita. Todos os Vereadores e acredito que a Secretária de Educação também confiou que a obra iria acontecer. Após iniciar as obras, agora eles trazem esse problema de poder ou não fazer por causa do lote? Eles estão deixando por último às necessidades dos pais e das crianças que é a prioridade. Queremos ver a creche reformada.”

A Vice-Presidente da Casa, Marilange Pinto Coelho (PV) fez coro ao colega. “Comungo com o pronunciamento do Vereador. Gostaria de deixar claro que a Secretaria de Educação não é responsável pela obra. Quando fomos ao Carlos Dias, ficou esclarecido que a reforma seria feita com recurso próprio da Secretaria de Obras. Cabe a nós cobrarmos da Secretaria de Obras e Administração essa responsabilidade.”

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *