Jovem assassina a namorada por suspeitar que ela tinha Aids

O crime aconteceu na noite desta quarta-feira (18), no Bairro Santo Antônio.


VIÇOSA (MG) – Um jovem de 18 anos é suspeito de matar a namorada a facadas por suspeitar que ela era portadora do vírus HIV em Viçosa. O crime ocorreu nessa quarta-feira (18), no Bairro Santo Antônio. A mãe do jovem presenciou a cena do crime e, ao tentar impedir a ação do filho, foi ameaçada de morte por ele.

A Polícia Militar (PM) recebeu uma denúncia de que havia o corpo de uma mulher enrolado em um cobertor, em um terreno, na rua Duque de Caxias. Rosilene Bernardo, de 29 anos, tinha cortes nas costas, pescoço e outras partes do corpo.

Os militares foram até a casa do namorado da vítima, Wesley Pereira, de 18 anos. Lá, eles encontraram uma faca de serra perto do portão. Os oficiais cercaram o imóvel e Pereira permitiu a entrada dos militares.

O jovem confessou espontaneamente, de acordo com a PM, que matou a companheira porque ficou sabendo, por meio de amigo, que teria Aids. Pereira disse que chegou a perguntar se o fato era verdade, porém Rosilene negou. Ele não ficou convencido com a resposta e começou a esfaqueá-la nos fundos de sua casa. Ele ainda teria tentado decapitar a moça, mas a faca quebrou.

A mãe do suspeito, Selma Julia, estava no imóvel quando o crime começou, mas não quis presenciar o fim e fugiu correndo. Selma contou aos policiais que ouviu os gritos da vítima e tentou convencer o filho a não esfaquear Rosilene. Pereira, então, apontou a faca para a mãe e disse que se ela não saísse, a mataria também. Nesse momento, Selma relatou que fugiu para a casa de sua mãe.

O jovem foi levado para a delegacia da cidade.

4 comentários sobre “Jovem assassina a namorada por suspeitar que ela tinha Aids

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *