Grupo Impacto de Viçosa tem ano marcado por realizações

Na fotografia a apresentação de Cromossomo Y em Visconde do Rio Branco que atingiu um público de 2 mil pessoas
Na fotografia a apresentação de Cromossomo Y em Visconde do Rio Branco que atingiu um público de 2 mil pessoas

VIÇOSA (MG) – Muitas conquistas marcaram a turnê do Grupo Impacto em 2013. A montagem do espetáculo “Cromossomo Y” com um dos grandes nomes das danças urbanas, Octávio Nassur, já demonstrava, desde o início, que o ano seria marcado por realizações e foi o que aconteceu.

O espetáculo “Cromossomo Y” foi apresentado em 12 cidades do interior mineiro mais a capital Belo Horizonte. Com a circulação, o Grupo Impactou ultrapassou a marca de 15 mil pessoas no público, que era o último número de plateia que o grupo viçosense havia atingido.

Prova do sucesso do Grupo Impacto com o público é a presença de gente na plateia que assistiu ao espetáculo várias vezes durante a turnê, como a estudante de Engenharia Química, Mariana Castro. “Acompanho sempre que posso as apresentações do Impacto. Sou apaixonada! Assisti ao Cromossomo Y quatro vezes. Vi em Viçosa duas vezes, também assisti no Coreto em BH e não podia deixar de prestigiar o grupo novamente na Savassi. Não me canso de assistir. Acho linda e incrível a apresentação e essa ideia de mostrar as danças urbanas para todo mundo”, afirmou.

Além da circulação, o Impacto expandiu o seu projeto de capacitação a partir de oficinas de Danças Urbanas nas cidades de Cajuri, Coimbra, Ubá, Ponte Nova e Teixeiras, onde adolescentes e jovens tiveram a oportunidade de participar também de oficinas com o arteducador Alexandre Snoop. Os alunos das oficinas de Cajuri, Ubá e Ponte Nova foram aprovados na seletiva estadual, que aconteceu em maio deste ano, para o 12º Festival Internacional de Hip-Hop. Neste mesmo evento internacional o Grupo Impacto conquistou o prêmio de 2º lugar, na categoria avançada da competição, chegando a obter apenas meio ponto de diferença do primeiro colocado.

Outra novidade deste ano, é que  Grupo Impacto saiu das ruas e dos palcos para as páginas do livro-reportagem “Família Impacto: a arte transformando vidas”. O livro foi resultado da pesquisa da estudante do curso de Comunicação Social da UFV, Wanessa Marinho, orientada pela professora Laene Mucci Daniel.

Para fechar o ano, o Grupo ainda foi selecionado no edital da Caixa Cultural, que chegou a ser muito concorrido com a inscrição de 3.627 propostas de todos os estados brasileiros e do Distrito Federal. O projeto do Impacto está entre os 18 selecionados da área de Dança para ocupar unidades da Caixa Cultural de Curitiba em setembro do próximo ano, demonstrando que há muitas conquistas pela frente

O projeto do Grupo Impacto em 2013 ocorreu a partir do apoio da Lei Estadual de Incentivo à Cultura, do Governo de Minas Gerais, com realização do Instituto ASAS e Núcleo de Arte e Dança  de Viçosa, e patrocínio da Haskell, Itatiaia Móveis, Metalsider, Amantino e Microvet.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *