Viçosa recebe pluviômetros da Defesa Civil

Os pluviômetros serão instalados em locais de risco e auxiliarão para evitar tragédias


O Município de Viçosa foi contemplado com três pluviômetros automáticos que serão de grande importância nas ações da Defesa Civil e que, em breve, serão instalados em ponto estratégicos da cidade.

Da esquerda para a direita: Karla, Rodrigo, Paulo, Suely e Leandro
Da esquerda para a direita: Karla, Rodrigo, Paulo, Suely e Leandro

A doação foi confirmada na primeira quinzena de abril, quando a Secretária Municipal de Políticas Sociais, Suely dos Santos Carvalho, e o Chefe do Departamento de Defesa Civil, Rodrigo Cardoso de Souza, estiveram na Cidade Administrativa, em Belo Horizonte, para participarem de uma reunião no Centro Nacional de Monitoramento e Alerta de Desastres Naturais (CEMADEM), com a finalidade de firmar uma parceria com os projetos “Pluviômetros Automáticos” e Pluviômetros nas Comunidades”.

Após estudos técnicos para definir outros pontos estratégicos de riscos de desastres naturais, Viçosa será contempladas com novos pluviômetros.

Projeto Pluviômetros Automáticos

O projeto “Pluviômetros Automáticos” tem como objetivo ampliar a rede de monitoramento pluviométrico no Brasil, para melhorar a previsão de desastres naturais e reduzir os danos socioeconômicos e ambientais.

O projeto consiste na instalação de pluviômetros automáticos em locais próximos a áreas de risco de desastres naturais, sendo necessário o estabelecimento de parcerias com entidades que possam abrigar este equipamento. Estas entidades formarão uma importante rede nacional de colaboração para redução de desastres, em conjunto com órgãos governamentais.

O pluviômetro é um aparelho meteorológico usado para recolher e medir, em milímetros, a quantidade de chuva precipitada durante um determinado tempo e local. Os equipamentos que serão instalados pelo Cemaden enviam os dados de forma automática e não necessitam de energia elétrica para funcionar. Como a função do equipamento é coletar e medir a chuva, é necessário que seja instalado em locais descobertos onde não haja obstáculos (árvores, prédios altos, etc.) que possam interferir na quantidade de chuva captada.

A função da entidade parceira será fornecer o local para a instalação do equipamento, permitir acesso aos profissionais de manutenção (fornecidos pelo Cemaden), zelar pela conservação do aparelho e comunicar eventuais problemas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *