Votação sobre o projeto de urbanização do Paraíso é adiada

Na reunião ordinária desta terça-feira (30) o projeto de lei de n° 050/2012 que dispõe sobre a Zona Residencial ZR5, referente à área do Paraíso, entrou em votação e discussão. O projeto que anteriormente ao período eleitoral havia sido retirado de pauta pelo líder do prefeito, Vereador Marcos Arlindo (PV), retornou conforme o regimento interno, sem ser lido o parecer.

O projeto de lei propõe transformar a zona rural do Paraíso em área urbana do município, tendo em vista o crescimento populacional e a urbanização desenfreada e irregular da área, buscando o desenvolvimento ordenado do local.

Vereadores Marcos Nunes e Marcos Arlindo

Assunto recorrente na Câmara, o projeto foi novamente discutido na reunião. O Vereador Marcos Nunes (PT) pediu sobrestamento ao Projeto. “Não faz sentido votar um projeto, para depois discutir e escutar o detalhamento técnico. Entendo a justificativa que a ocupação do Paraíso está irregular e o projeto tem a intenção de regularizar, mas quero ouvir especialistas e vota com tranquilidade que este caminho é o melhor”.

O Vice-Presidente, Luís Eduardo Salgado (PDT) comentou que o projeto traz limites ao crescimento desordenado. “No Paraíso de acordo com a necessidade da população do local, a cada dia, é criado ruas, construídos residências de forma irregular, em pouco tempo, teremos vilas no local, é importante um projeto que possa ter um planejamento e regulamentar o crescimento, mas é necessário uma maior discussão e detalhamento técnico deste projeto”.

O líder do Prefeito, Marcos Arlindo (PV) fez um requerimento de n° 044/2012 convidando o geógrafo, Pablo de Azevedo Rocha e a engenheira florestal, chefe de departamento de extensão e meio ambiente, Edivânia Rosa para apresentarem estudo de viabilidade ambiental como justificativa para transformação da área rural em área urbana, na terça-feira, dia 6 de novembro, às 17 horas, na Câmara.

Ele também comentou sobre o assunto. “Não queria votar o projeto de urbanização, mas não gostaria de ver o Paraíso crescendo de forma desordenada. Acredito que o pedido de vista, é mais interessante do que o de sobrestamento, pois se sobrestado o projeto só entrará em votação no final do ano, na correria. Como semana que vem será apresentado o detalhamento técnico do projeto, teremos as explicações necessárias para votá-lo. Gostaria que ele fosse votado com o povo acompanhando e com tranquilidade”.

O pedido de sobrestamento do Vereador Marcos Nunes, foi aprovado por quatro votos a dois, sendo contrários, os vereadores Lidson Lehner (PR) e Marcos Arlindo (PV).

Um comentário sobre “Votação sobre o projeto de urbanização do Paraíso é adiada

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *