#Culturatividade – Grupo Êxtase de Dança traz o universo dos palhaços para os palcos

E o palhaço o que é? É tema do novo espetáculo do Grupo Êxtase que irá estrear em Viçosa no próximo dia 23 (sexta-feira), às 20h30, no Espaço Acadêmico-Cultural Fernando Sabino da UFV, com reapresentação no dia 25 (domingo), às 18 horas. Em seu 6º ano de profissionalização, o grupo reconhecido pelo talento nas montagens de espetáculos no interior de Minas Gerais promete cativar o público, trazendo para o palco o universo lúdico dos palhaços, com doses de humor e sensibilidade.

“Palhaços” é fruto do trabalho desenvolvido entre o Grupo Êxtase e a renomada coreógrafa Rosa Antuña, que atualmente é bailarina e assistente de direção da Companhia Mário Nascimento de Belo Horizonte. O espetáculo consagra a terceira parceria entre o Êxtase e Antuña, sendo que as outras duas foram com os reconhecidos “Um tom para todos nós” e “7 flores”.

Para a coreógrafa, esse novo trabalho irá conquistar ainda mais o público, já que o palhaço está presente no imaginário popular. “A figura do palhaço é facilmente identificada e isso faz com que o público fique mais receptivo. E vamos mostrar o universo do palhaço por meio de uma linguagem que contemple reflexões profundas, mas sutis”, ressalta Antuña.

A ideia do espetáculo surgiu há dois anos, quando a coreógrafa assistiu ao filme “O Palhaço”, de Frederico Fellini, lançado em 1971. Filmada em Roma, essa produção cinematográfica é considerada pela crítica uma obra-prima e retrata parte da história do circo com números de palhaços famosos da época e que acabaram perdendo espaço. Embora afirme que não tenha pretensões de reproduzir, por meio do espetáculo, as cenas do filme, Antuña apontou que a obra cinematográfica serviu de inspiração para trazer o mundo encantador dos palhaços para o palco.

E com dança contemporânea, cores e uma trilha sonora que perpassa Mano Chao, Beirut e Cordel do Fogo Encantado, o espetáculo tem tudo para realmente emocionar o público, como afirma a assistente de direção, Ana Carol Camargo: “Eu me emocionei ao ver o resultado desse trabalho e acredito que o público terá a mesma reação, pois a figura do palhaço traz sentimentos que vivenciamos. Além disso, o espetáculo é muito colorido e a trilha sonora contagiante.”

Pelos ensaios já dá para perceber que “Palhaços” irá marcar o ano de atividades do Êxtase, que, após a estreia em Viçosa, ainda levará toda a magia e beleza do espetáculo para outras cidades do interior de Minas Gerais, além de Belo Horizonte. “Esse novo trabalho traz a poesia que é a marca da Rosa Antuña, conduzida de tal maneira a acrescentar muito aos nossos bailarinos que conseguiram colocar muito deles no trabalho, originando um crescimento muito grande. Considero “Palhaços” um trabalho de renovação e motivação que nos permitirá ir ainda mais longe, sem deixar as nossas bases firmes de levar os espetáculos a locais que não têm tanta oportunidade e acesso a produtos culturais”, destaca a diretora geral do Grupo Êxtase, Patrícia Lima.

A estreia do espetáculo será realizada por intermédio da Lei Estadual de Incentivo à Cultura, do Governo de Minas Gerais, numa promoção da Pró-Reitoria de Extensão e Cultura – UFV, com realização do Núcleo de Arte e Dança e do Instituto ASAS; e patrocínio da Metalsider.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *